top of page
IMG_8349.jpg
NOSSA HISTÓRIA

O Grupo Tripé nasceu em 2012 da união de artistas em busca de um teatro independente e autoral.

Estabelecido como espaço livre para estudo, experimentação, criação e pesquisa, é ponto de encontro para artistas-criadores, que o utilizam como lugar de congruência de suas habilidades, influências e vivências para a concepção de um teatro instintivo e altamente conectado com o agora, em busca de encontros, afetos, políticas e comunidades.


Ana Quintas, Gustavo Haeser, João Pedreira e uma rede gigante de colaboradores:

Adriana Lodi, Ana Flávia Garcia, Ana Luiza Bellacosta, Ana Matuza, Bruno Zakarewicz, Chico Sant'anna, Cristiane Sobral, Deni Moreira, Elisa Carneiro, Elisa Mattos, Emanuel Lavor, Fabiana Marroni, Fernanda Alpino, Fernando de Carvalho, Fred Magalhães, Gabriel Guirá, Giovanna Lisboa, Giselle Rodrigues, Glauber Coradesqui, Humberto Pedrancini, João Ricken, Kamala Ramers, Larissa Mauro, Larissa Souza, Lemar Rezende, Leonardo Shamah, Manuella Leite, Márcia Duarte, Marília Abreu, Miltinho Alves, Mônica Nassar, Nathalia Botelho, Nina Quintana, Nine Ribeiro, Paula Otero, Preto Rezende, Similião Aurélio, Tauã Franco, Ultra Martini, Victor Hugo Leite, Zé Reis...

Já foi, assim é, por enquanto...    

Apreciadores das simbologias do número 3; a comunicação, a expressão, a expansão, a criatividade e a sociabilidade.

 

A frutificação, a multiplicidade, o tribalismo.

trajetória

2024
  • todo mundo perde alguma coisa aos oito anos é selecionado para o Festival LGBTQIAP+ Em Cena, realizado no DF pela Estupenda Trupe

  • inicia ocupação artística no Espaço Pé Direito

  • o projeto Teatro & Cidade: O NOVO ESPETÁCULO circula o DF é aprovado em 3º lugar na categoria Circulação Artística do Edital Demais Áreas - Lei Paulo Gustavo DF

  • a 1ª temporada do projeto CONECTA TRIPÉ começa sua pré-produção

2023
  • o projeto Grupo Tripé - Teatro de Base é aprovado em 1º lugar na categoria Manutenção de Grupos Artísticos do Edital FAC Brasília Multicultural 2/2023

  • o projeto CONECTA TRIPÉ: Histórias Que Inspiram é aprovado em 1º lugar na categoria Cultura Digital do Edital FAC Brasília Multicultural 1/2023​

  • o projeto Seis Perfis em Busca de uma Plataforma é aprovado em 2º lugar na categoria Teatro do Edital FAC Brasília Multicultural 1/2023

  • o projeto MAPA DA CENA: Prêmio Web de Teatro do DF - 3ª Edição é aprovado em 2º lugar na categoria Artes Cênicas do Edital FAC Brasília Multicultural 1/2023

  • todo mundo perde alguma coisa aos oito anos faz circulação por Taguatinga e Ceilândia, realizando 8 apresentações gratuitas nos teatros Sesc Paulo Autran e CEU das Artes seguidas de debates com Cynthia Ciarallo, Lucas Amaral, Ernesto Nunes, Ruth Venceremos, Vinícius Dias, João Holanda, Lucas Brito, Fernanda Jacob e Meimei Bastos

2022
  • lança o livro Grupo Tripé: A Primeira Década, organizado por Ana Quintas, Gustavo Haeser e João Pedreira com projeto gráfico de Gabriel Guirá e prefácio de Victor Hugo Leite;

  • realiza a exposição CENAS DE UMA DÉCADA: teatros de grupo do DF na Galeria Espaço Piloto, reunindo a trajetória de 52 grupos de teatro do DF e contando com performances dos grupos Embaraça, Tríade Brinquedo, EntreAberta Cia. Teatral, Andaime cia. de Teatro e NEM - Núcleo Experimental em Movimento, além de cine-clube e debates com Instrumento de Ver, Coletivo Antônia, Teatro do Instante, Coletivo Columna, Cia. Elefante Branco, Teatro dos Ventos, cia. víÇeras e Teatro do Concreto;

  • todo mundo perde alguma coisa aos oito anos é aprovado no Edital FAC Brasília Multicultural I /2022

  • Entre Quartos é selecionado e participa da 23ª edição do Cena Contemporânea - Festival Internacional de Teatro de Brasília, realizando duas sessões no Espaço Multicultural Casa dos Quatro;

  • abre cadastros pro projeto CENAS DE UMA DÉCADA: teatros de grupo do DF

2021
  • o projeto CENAS DE UMA DÉCADA: teatros de grupo do DF começa a ser desenvolvido e é aprovado na categoria Patrimônio Histórico e Artístico, Material e Imaterial do Edital FAC Brasília Multicultural I / 2021

2020
  • é aprovado no edital Aldir Blanc Gran Circular, realizado pela SECEC - DF

  • junto aos coletivos da GARRA, integra a programação do Cena Contemporânea 2020 - Festival Internacional de Teatro de Brasília

  • junto de outros 7 coletivos teatrais da cidade, faz nascer e se integra a GARRA - Grupos de Artistas em Rede Associada

  • adere a campanha #TeatroParaTemposIsolados, disponibilizando todo o repertório de espetáculos do grupo de forma gratuita e aberta durante o isolamento social em decorrência da pandemia de Covid-19

  • em comemoração aos 05 anos em cartaz com O Novo Espetáculo (Tudo Está à Venda), realiza, de forma independente, curta temporada no Teatro Sesc Garagem, com apoio do Programa de Incentivo à Produção Cultural do SESC DF

  • realiza, com recursos próprios, a Noite de Premiação, evento de encerramento da 2ª Edição do Prêmio Web de Teatro do DF, anunciando as produções e projetos mais votados pelo público, contando com homenagens a Hugo Rodas, Iara Pietricovsky, Alexandre Ribondi e também a 3 iniciativas virtuais ligadas ao teatro do DF, sendo elas: Vá Ao Teatro, 3 Perguntas e @teatrobsb

  • realiza o Ciclo de Debates do Prêmio Web de Teatro do DF, reunindo nas mesas alunos das instituições de graduação em artes cênicas do DF, gestores de espaços culturais e grupos com experiência em circulação, além de uma roda aberta sobre censura nas artes.

2019
  • realiza, de forma independente, a 2ª temporada de todo mundo perde alguma coisa aos oito anos, na Sala Multiuso do Espaço Cultural Renato Russo

  • seguindo as comemorações dos 05 anos em cartaz de Entre Quartos, realiza temporada no Bem Te Vi - Restaurante, Café e Algo Mais

  • lança o álbum Entre Quartos em CD e nas plataformas digitais, a trilha sonora original do espetáculo composta por João Pedreira.

  • realiza o projeto Conexões Locais, em comemoração aos 05 anos em cartaz do espetáculo Entre Quartos, circulando com a peça e a oficina Investigação Cênica em Processo Coletivo pelo Sesc Paulo Autran, Sesc Newton Rossi e Sesc Paulo Gracindo

  • abre cadastros pro 2º Prêmio WEB de Teatro do DF

  • realiza, com recursos próprios, a Noite de Premiação, evento de encerramento do Prêmio WEB de Teatro do DF, anunciando as produções e projetos de mais votados de 2018 pelo público, contando também com homenagens a 5 iniciativas virtuais ligadas ao teatro do DF, sendo elas: Trabalho de Mesa, Precisamos Falar De, Inventários de Cenas, Ana Tirana e Rotina Equilibrada

  • O Novo Espetáculo (Tudo Está à Venda) realiza curta temporada no Teatro Galpão do Espaço Cultural Renato Russo, compondo a programação do Festival Brasília é um Espetáculo

2018
  • lança o projeto Prêmio Web de Teatro do DF, iniciativa voltada a celebração e valorização das artes cênicas do Distrito Federal

  • o Grupo Tripé estreia sua 3ª montagem, todo mundo perde alguma coisa aos oito anos, com direção de Gustavo Haeser. O espetáculo faz sua primeira temporada na Casa dos Quatro

  • participa da oficina Internacionalização Teatral, com Iva Horvat (Croácia), pelo Cena Contemporânea 2018

  • participa como Equipe Invisível da 2ª temporada de Aquário, do Grupo Liquidificador, trabalho de operação de luz, som e contrarregragem em espaço alternativo

  • é convidado pelo Teatro do Concreto a participar da oficina Dramaturgia Expandida, com João Dias Turchi, parte do projeto Concreto Expandido

  • O Novo Espetáculo (Tudo Está à Venda) integra a programação local do Festival Palco Giratório

  • Entre Quartos é aprovado no FAC - Fundo de Apoio a Cultura para circulação em Ceilândia, Taguatinga e Gama

2017
  • O Novo Espetáculo (Tudo Está à Venda) recebe o Prêmio SESC do Teatro Candango nas categorias Melhor Espetáculo, Melhor Dramaturgia (Similião Aurélio e Grupo Tripé) e Melhor Direção (Similião Aurélio), sendo indicado também as categorias Melhor Iluminação (Ana Quintas), Melhor Sonoplastia (Luiz Alberto Pires), Melhor Atriz (Ana Quintas) e Melhor Ator (João Pedreira)

  • participa do projeto Teatro Bar - ANO 1, apresentando a 4ª temporada de Entre Quartos

  • Entre Quartos é selecionado para o XIX Festival do Teatro Brasileiro e realiza duas apresentações no Galpão 4 da Funarte Belo Horizonte

  • Entre Quartos é selecionado para o Dublin Fringe Festival, na Irlanda, onde realiza 6 apresentações no Studio 2 - The Lir Academy

  • Entre Quartos integra a programação local do Festival Palco Giratório 

  • faz a produção e assessoria de três edições do Workshop O Ator em Caos Criativo, com Rosanna Viegas

  • realiza Oficinas de Iniciação Teatral no Centro de Ensino Médio Setor Leste

2016
  • Entre Quartos recebe o Prêmio SESC do Teatro Candango nas categorias Melhor Dramaturgia e Melhor Ator (Gustavo Haeser), sendo indicado também as categorias Melhor Direção (O Grupo), Melhor Sonoplastia (João Pedreira), Melhor Ator (Davi Maia), Melhor Atriz (Bruna Martini), Melhor Figurino (Fernanda Alpino) e também Melhor Espetáculo

  • realiza a 2ª temporada de O Novo Espetáculo (Tudo Está à Venda), contemplada em 1º lugar na sua linha de apoio pelo FAC - Fundo de Apoio a Cultura e realizada no USINA Centro de Arte e Entretenimento de julho à dezembro

  • realiza o projeto Ocupação Independente no Teatro Plínio Marcos e Área Externa da Funarte, mostra de espetáculos independentes de Brasília, produzida e financiada pelo Tripé com espetáculos da Andaime Cia. de Teatro, Cia. viÇeras, Grupo 1/Quarto, Grupo Liquidificador e Trupe Raiz do Circo

  • ocupa a Caixa Cultural Brasília com a 3ª temporada do espetáculo Entre Quartos e a oficina Investigação Cênica em Processo Coletivo

  • participa do projeto ULTRA-TROCA, com o Grupo Liquidificador, resultando em performance apresentada na peça-festa Ultra-Romântico, no Subsolo do Teatro Dulcina

2015
  • apresenta de forma independente a 2ª temporada de Entre Quartos, no Teatro Sesc Garagem

  • participa da oficina Capacitação: Caminhos para a Produção Nacional e Internacional, com Marcelo Bones (MG), pelo Cena Contemporânea 2015

  • o Grupo Tripé estreia sua 2ª montagem, O Novo Espetáculo (Tudo Está à Venda), com direção de Similião Aurélio e participação especial da Oficina e Bloco Eletrônico PATUBATÊ, a produção foi financiada pela loja virtual-performática do grupo,

2014
  • Entre Quartos é aprovado no Edital de Ocupação dos Espaços da CAIXA Cultural 2015-2016

  • é convidado pelo Grupo Liquidificador a integrar o espetáculo Aquário como Equipe Invisível, trabalho de operação de luz, som e contra regragem em espaço alternativo

  • o Grupo Tripé estreia seu 1º espetáculo, Entre Quartos, que por meio de um financiamento coletivo faz temporada no Teatro Goldoni

2013
  • Experimentações e ensaios abertos

2012
  • Queremos ser um grupo de teatro!

H6 GRUPO azul_Prancheta 1.png

núcleo

Ana Quintas

Gustavo Haeser

João Pedreira

gestão de projetos

Elisa Mattos | Desvio Produções Culturais

direção de produção

Gustavo Haeser

coordenação técnica

Ana Quintas

design de marca

Manuella Leite

bottom of page