• Grupo Tripé

se sou, somos juntos

Atualizado: 18 de Jul de 2018


O que fica de um prêmio de teatro?

Fica a confraternização e a comunhão, fica a alegria de estar junto de pessoas que têm em suas vidas as mesmas lutas que nós. E "nós", aqui, não significa nada se não "todos nós". Prêmios artísticos normalmente geram questionamentos, dúvidas, questões... De fato, o título de "melhor alguma coisa" é muito duvidoso, diríamos até questionável. Mas esse não é o foco.  O foco está exatamente em celebrar, juntos, a produção cultural. Celebrar juntos as dificuldades, os acertos e, principalmente, o fato de chegarmos ao fim de mais um ano.

Estamos muito felizes de FAZER PARTE dessa festa! Felizes de poder ver o intercâmbio geracional! De estar ali junto com nossos professores, mestres e amigos! Felizes de ver artistas jovens entrando na festa, de ver a direção colaborativa sendo reconhecida e ganhando prestígio. Felizes por saber que é só um símbolo, e que pra ele significar alguma coisa foi necessário muito trabalho antes e muito mais trabalho depois. Teatro do ConcretoAgrupação Teatral Amacaca - ATATeatro de AçúcarTeatro dos Ventos - Confraria ArtísticaAndaime Cia de TeatroOs Buriti Teatro de Dança, essas são algumas das companhias brasilienses que rodaram o Brasil em 2016. Grupos que levam com eles a identidade e o sabor do Teatro Candango. Todos esses grupos, diga-se de passagem, já passaram pelo Prêmio SESC, deixando explícito o papel (fundamental e contínuo) do Sesc DF em incentivar, apoiar, contribuir, profissionalizar e potencializar as artes cênicas da capital. Nesse turbilhão político-social-financeiro-psicológico, seguir fazendo teatro é sinônimo de muita garra! Cada um de nós sabe bem o peso dessa escolha. Ser premiado é um acalanto no meio de tanta dificuldade, é reforço, é energia pra continuar, pra seguir adiante, AVANTE! Obrigado a todos os participantes do Prêmio e a todos os artistas de Brasília. Sim, obrigado. Poderia ser um "parabéns", mas nós achamos que sem vocês, não haveria a gente. E o que é "vocês", "a gente", se não um grande "nós" Viva as relações, os encontros, viva o "nós", as redes, as trocas. Parabéns pra quem segue fazendo! Muito obrigado a todos que cruzaram nosso caminho em 2016, a todos que cruzaram nosso caminho durante esses 4 anos. Ano que vem tem festinha de 5 anos, com espetáculo novo e muito projeto pra tocar! "Se sou, somos juntos, porque não estamos sozinhos nesse teatro."

0 visualização

Brasília, DF
2012-2020 por Grupo Tripé | Teatro de Base